Jaguar (Panthera onca)

 

 

 

 

 

 

 

 

O Jaguar é o terceiro maior animal da familia dos felídeos, a seguir ao Tigre e ao Leão. É, porém, o maior  e mais feroz representante dos felídeos das Américas. Tem a capacidade de rugir, exclusiva dos grandes felídeos,  mas geralmente produz sons menos impressionantes, chegando os machos a emitir uma espécie de miado de chamamento durante a época de acasalamento.

 

 

 

Tamanho

- Chega a medir 2,40 metros de comprimento (incluindo a cauda, que mede 70 cm). De altura, tem cerca de 85 cm. Chega a pesar até 125 Kg.

Distribuição

 

- América do Sul e Central (desde a Argentina ao Norte do México, salvo no Chile e nos Andes).

 

Habitat

 

- Florestas quentes e húmidas, próximo das aguadas, que são o seu local preferido.

 

Alimentação

- A sua alimentação carnívora é feita à base de mamíferos, aves, répteis e peixes de tamanho médio ou grande: capivaras, veados, antas, macacos, queixadas e até cavalos e gado bovino.  Quando caça aves, sabe imitar o seu pio.

Reprodução

 

- Após uma gestação de 120 dias, nascem de 2 a 4 filhotes por vez. Nascem com a pele manchada mas muito escura, pesando aproximadamente 970 gr e com os olhos fechados, que abrirão dentro de um período que vai de 3 à 13 dias. O treinamento básico da cria consiste em empurrões, para caírem dentro da água, perdendo assim o medo de nadar. A onça pode ser cruzada com o leopardo, por terem um parentesco bem chegado. O único problema é de um não matar o outro. O casal cuida da família que, para protegê-la, investe até contra o homem, a quem normalmente teme. Ainda que aos 2 meses e meio de idade já comecem a comer, ficam com as mães até 1 ano e meio ou 2 anos. A fêmea só libera os seus filhotes quando eles começam a caçar sozinhos. Quando isto acontece, o filhote transforma-se num animal dos mais respeitáveis.

 

Status

 

 

- Globalmente ameaçado de Extinção.

 

Submetido a uma caça intensiva pelo homem, que comercializa sua pele, está extinto em muitas zonas, mas já existem reservas onde é protegido, como por exemplo a de Foz do Iguaçú, no Brasil.  

 

 

 

 

Classificação

Reino - Animalia

Filo - Chordata

SubFilo - Vertebrata

Classe - Mammalia

Ordem - Carnívora

Familia - Felidae

Género - Panthera

Espécies - Onca

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Descrição geral

A pelagem apresenta uma coloração amarelo-alaranjado no lombo e mais clara perto do peito, estando coberto por malhas negras de tamanhos variados, de forma circular, alongada ou irregular. A cauda na sua parte terminal apresenta anéis escuros ou pretos. A face central, em geral, é branca. Tem a pelagem curta, macia e espessa. O pêlo malhado disfarça-lhe a presença confundindo-a com o ambiente. Apresenta um corpo robusto e a cabeça desproporcionadamente grande.  Tem patas dianteiras muito musculosas.

 

Tempo de Vida: 20 anos
 

INIMIGOS: Humanos

 

Relação com os Humanos: Apesar de tão temido, foge da presença humana e mesmo nas histórias mais antigas, são raros os casos de ataque ao homem. Como necessita de um amplo território para sobreviver, pode "invadir" fazendas em busca de animais domésticos, despertando, assim, a ira dos fazendeiros que o matam sem piedade. Por esse motivo, e sobretudo pela rápida redução de seu habitat, esse felídeo, naturalmente raro,  encontra-se à beira da extinção.

 

O Jaguar é um animal solitário: Na época reprodutiva, os Jaguares perdem um pouco os seus hábitos individualistas e o casal demonstra certo apego.

 

Comportamento: É temido por todos, o terror das selvas sul americanas. É ágil, arisca, paciente, silencioso e muito feroz. Trepa em árvores com facilidade e atravessa rios a nado; de hábitos diurnos ou noturnos, é nas horas do crepúsculo e nas noites enluaradas que mais ativa se mostra. Na época das chuvas, quando a parte baixa da floresta se transforma num enorme lamaçal, a onça escala as árvores e fica por lá, durante semanas, até que passem as tempestades. Mantém territórios que, dependendo da disponibilidade de presas, variam de 5 a 500km quadrados. Ao contrário do puma, mais furtivo, o Jaguar denota sua presença pelo rugido profundo e desafiador que ressoa à noite na mata. Os rios não são obstáculos para as andanças deste animal, pois, além de veloz, é excelente nadador. Muito ágil, frequentemente se esconde entre os ramos das árvores para daí cair sobre suas presas. Satisfaz o seu enorme apetite com um cardápio variado, que inclui desde a anta até peixes.

 

Necessita de pelo menos 2 Kg de alimento por dia, o que determina a ocupação de um território de 25 a 80 Km2 por indivíduo a fim de possibilitar capturar uma grande variedade de presas. O Jaguar selecciona naturalmente as presas mais fáceis de serem abatidas, em geral indivíduos inexperientes, doentes ou mais velhos, o que pode resultar como benefício para a própria população de presas.

 

Para atacar a sua vítima, é muito cauteloso, desloca-se contra o vento e aproximando-se silenciosamente surpreende a presa saltando sobre o seu dorso.

 

CURIOSIDADES SOBRE O JAGUAR:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Back        Home        Next